Ouça agora na Rádio

N Notícia

Arquivo/Agência Brasil

FOTO: Arquivo/Agência Brasil

Três brasileiros sobem ao pódio no Aberto da Austrália de Judô

Rafael Macedo leva prata e fica perto da classificação para Tóquio

Informações Compartilhadas Agencia Brasil

O judô brasileiro conquistou três medalhas na madrugada deste domingo (4) durante o Aberto da Austrália de Judô, na cidade de Perth, na Austrália. A competição também garantiu pontos importantes na classificação geral para os Jogos Olímpicos de Tóquio 2020.

 O judoca Rafael Macedo obteve o melhor resultado para o Brasil. Antes de chegar à final contra o russo Mikhail Igolnikov na categoria até 90kg, o brasileiro foi atropelando adversários com ippons (golpes perfeitos): bateu na estreia o judoca Iniki Uera, de Nauru (ilha da Oceania); depois derrotou Tomasz Szczpaniak, da Polônia, e superou na semifinal o israelense Li Kochman.  Na luta pelo ouro, Macedo reencontrou Igolnikov, oponente que ele já havia vencido no Mundial Júnior de 2014, mas desta vez foi o russo quem levou a melhor. O brasileiro ficou com a prata e somou 490 pontos – totalizando 3.240 pontos. Ele subiu da 15ª para 14ª posição no ranking mundial. Atualmente, o judoca é o brasileiro com a melhor pontuação e já estaria classificado se a briga por vagas terminasse hoje.  

O meio-médio Eduardo Yudi também subiu ao pódio na Austrália: ele conquistou o bronze na categoria até 81kg e ascendeu para o 21º lugar no ranking mundial.  Yudi perdeu a semifinal para o russo Aslan Lapinagov, número sete do mundo, e na disputa pelo bronze derrotou o turco Vedat Albayrak, quarto no ranking mundial.

A judoca Beatriz Souza (categoria até 78kg), estreante no Aberto da Austrália, foi derrotada na semifinal pela brasileira Rochele Nunes, atleta que competiu por Portugal. Ela acabou conquistando a medalha de bronze ao levar a melhor sobre a espanhola Sara Alvarez. Além de assegurar o terceiro lugar no pódio, Bia Souza chegou a 4.894 pontos e passou a sétima melhor do mundo no ranking. A briga das judocas brasileiras por vagas em Tóquio na categoria até 78kg segue acirrada. A paulistana Maria Suellen Altheman é atualmente a terceira no ranking mundial com 6.150 pontos.

Ao todo 21 judocas brasileiros, homens e mulheres, competiram no Aberto da Austrália. O circuito mundial de Judô ainda tem dois eventos com pontuação nesta temporada: o Grand Slam de Osaka, no Japão, de 22 a 24 de novembro (até 1.000 pontos) e o World Masters de Qingdao, na China, de 12 a 14 de dezembro (1.800 pontos).  

FONTE: Agencia Brasil
Link Notícia